Novos dados sobre os hipogeus do Bronze Pleno de Torre Velha 3 (Serpa): contextos sepulcrais e estudo do espólio osteológico humano

Daniel Ferreira Fidalgo, Eduardo Porfírio, Ana Maria Silva

Resumo


Resumo

O presente trabalho incide sobre a análise antropológica do espólio ósseo humano recuperado de 21 hipogeus do arqueossítio de Torre Velha 3 (TV3; São Salvador, Serpa), datados entre os meados e a segunda metade do II milénio a.C.. Dezasseis hipogeus são individuais, três duplos (uma inumação in situ com uma redução associada) e um triplo (enterramento duplo com uma redução associada) e dois contextos funerários inconclusivos. Todos os restos ósseos humanos foram recuperados da câmara funerária. Para além destes, um hipogeu continha um enterramento com uma redução associada na câmara e uma inumação primária na antecâmara. Destes sepulcros foram exumados 28 indivíduos, 22 adultos (11 do sexo feminino, nove do masculino e dois casos indeterminados), cinco não adultos e um em que não foi possível atribuir uma faixa etária.

Nas inumações primárias e individuais, as oferendas cárneas encontram-se associadas a adultos de ambos os sexos. Por sua vez as cerâmicas e punções surgem somente em enterramentos do sexo feminino, com a excepção de um punção associado ao adulto do sexo masculino [2007].

Recorrendo à análise estatística de componentes principais, foi possível observar que as diferenças na morfologia dentária de TV3 em comparação com outras amostras da Pré-História recente Peninsular são mínimas, e podem ser explicadas por mudanças genéticas associadas a possíveis contactos e interações inter-regionais.Foram ainda identificados padrões de desgaste dentário atípico que sugerem o uso parafuncional do sistema mastigatório de adultos do sexo feminino. Relativamente à patologia oral, a incidência de lesões cariogénicas na amostra é de 5,85% (29/495), e afecta cerca de 57% dos indivíduos analisados (n=21). Estes valores são superiores à maioria das amostras comparadas do Neolítico Final/Calcolítico do actual território Português, mas semelhantes aos registados para outras comunidades da Idade do Bronze.

Palavras-Chave: Idade do Bronze, Restos ósseos humanos, Práticas Funerárias, uso não mastigatório de dentes.

 

Abstract

New data on the Middle Bronze Age hypogea of Torre Velha 3 (Serpa): burial contexts and the study of the human osteological remains

The present work focuses on the anthropological analysis of the human remains exhumed from 21 hypogea of the archaeological site of Torre Velha 3 (TV3; São Salvador, Serpa), which is dated between the middle and second half of the II millennium B.C. Sixteen hypogea were individual, three double (one in situ burial with an associated reduction) and one triple (double burial with associated reduction) and two inconclusive funerary contexts. The human remains were collected unearthed from the chambers of the tombs. Besides these, one hypogeum displayed an in situ burial with an associated reduction in the chamber and other in situ burial in the antechamber. From these tombs were exhumed 28 individuals, 22 adults (11 females, nine males and 2 inconclusive), five non adults and one unknown.In primary and individual burials, meat offering were found in association with adults from both sexes. Ceramic vessels and awls are found only in female burials, with the exception of one awl found in association with the male adult [2007].Using a principal component analyses, it was possible to observe that the differences in dental morphological traits found in TV3, in comparison with other samples from the Iberian Peninsula’s recent pre-history, are minimal and can be explained by genetic changes derived from possible inter-regional contacts and interactions.Some atypical dental wear patterns were also identified, mostly in adult females, and these suggest the parafunctional use of the masticatory system. Finally, the incidence of cariogenic lesions found is 5.85% (29/495), affecting around 57% of the individuals analysed (n=21). These values are higher than Late Neolithic/Chalcolithic samples from nowadays Portugal, but similar to the values found in Bronze Age samples.Palavras-Chave: Idade do Bronze, Restos ósseos humanos, Práticas Funerárias, uso não mastigatório de dentes.Keywords: Bronze Age; Human remains; Funerary Practices; tooth-tool use.

Keywords: Bronze Age; Human remains; Funerary Practices; tooth-tool use.


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .


Os artigos publicados na revista Estudos do Quaternário são indexados nas seguintes bases de dados: